Biblioterapia é a utilização de material literário como recurso terapêutico.
 
Pode ser aplicada em vários contextos:
- família
- saúde
- educação
- prisional
- abrigamento e asilamento
- comunidade
 
É um processo dinâmico, que ocorre a partir do envolvimento com a história e a identificação do leitor/ouvinte com a trama ou com um personagem, no enfrentamento a um desafio. Há o reconhecimento e o experenciar do conflito, de forma vicária, e seus sentimentos característicos. A partir disso, depara-se com a possibilidade de resolução do conflito e a aplicação do que aconteceu na história em sua vida pessoal. A semelhança do problema traz a aproximação, torna acessível.
 
Intervenções psicológicas utilizando acervo biblioterapêutico e atividades de expressão criativas., em temáticas existenciais, tais como: luto, saudade, perdas, separação, bullying, desafios, aceitação das diferenças, identificação dos sentimentos, medos, entre outras.